divórcio ou casamento eterno?...

2006-07-11

CV (3) - Primeiro encontro

Devo confessar que ontem quando fui para o hospital para inciar a quimioterapia ia algo nervoso. Tratava-se de um primeiro encontro depois de algumas conversas preliminares. Ia encontrar-me com uma "companheira" de jornada que eu não conhecia a não ser por terceiros. E dei por mim a pensar no primeiro encontro de dois namorados que mal se conhecem mas que se querem, feitas as devidas adpatações: neste caso, eu não queria, mas não tinha outra solução; não desejava o encontro, mas fora-me imposto; nem amava o encontrado, antes pelo contrário.
Assim estive algum tempo à espera - conversando, lendo, pensando como seria o meu encontro - pautado pelas estações de uma hipotética via sacra, cujas estações principais foram: "Tem de aguardar ainda algum tempo"; "Venha pesar-se e medir a altura"; "O médico está a fazer os cálculos"; "O enfermeiro está a preparar os infusores"; "Venha para aplicarmos o primeiro e ensinar-lhe algumas regras".
E lá fui. À minha frente, quatro infusores. Quatro cilindros com um palmo de comprimento e uma polegada de diâmetro, um flagelo de plástico com uma torneira na ponta e cheios de um líquido de cor laranja-avermelhada (foi o que vi, apesar das minhas tendências daltónicas). Ali estava ela (no feminino, porque se trata de uma solução citostática): amiga, que me vai curar, mesmo à bruta? inimiga, que me vai abater?
Como que a dar-me a resposta, a enfermeira estava a explicar: "Deve usar sempe uma gaze quando mudar os infusores pois pode cair uma gota e como é um líquido muito corrosivo queima-lhe a pele!"
E aqui ando eu com o primeiro infusor preso, mesmo junto ao coração por baixo da camisa, discreto para não assustar os outros... ou a mim?

12 Comentários:

Blogger Candida disse...

um beijo doce.

candida

11/7/06 10:18

 
Anonymous João Dias da Silva disse...

A vitória é tanto mais saborosa quanto mais difícil é o caminho a percorrer.
Sei que tens muita força, que está imbuido de um espírito ganhador.
Pouco poderemos fazer, mas todos vamos ajudar esta tua "amiga" a cumprir a sua obrigação - CURAR-TE.

11/7/06 11:59

 
Blogger joaquim disse...

«Não tenhas receio; crê somente» Mc 5,36
Rezo por si.
Abraço em Cristo

11/7/06 12:22

 
Anonymous Zé Carlos disse...

CONTIGO!

11/7/06 13:52

 
Anonymous  disse...

Sei que vais conseguir com a força que te vem de Deus!!! Misteriosamente, é nestes momentos que que o Homem se eleva a Deus. Também é nestes momentos que Ele se torna mais presente e dá colo através da família, dos amigos, dos médicos, dos bons profissionais de saúde. Por isso, o sofrimento faz sentido na vida de todos os que crêem!
Penso em ti nas minhas orações e peço a Deus que esta fase seja breve!!:)
Um grande abraço

11/7/06 13:53

 
Blogger Migalhas disse...

Começo a saber o que se passa nestes momentos...
Todos dizemos "tem coragem!". Mas... às vezes não sabemos onde a buscar.
Zé, deixa que te diga: "Confia! Entrega-te nos braços d'Aquele e daqueles que te amam."
Um abraço forte. Rezo contigo

11/7/06 18:09

 
Anonymous Lena disse...

Fiquei silenciosamente a reflectir nesses atributos e constatei como, mais uma vez, nos consegues surpreender com os qualificativos de companheira, amiga, inimiga que, de facto, não podem estar melhor aplicados. Como alguém dizia: "o melhor amigo é aquele que, em certos momentos, parece o pior inimigo".
E dei por mim a pensar que esta sigla CV é também "O Caminho de uma Vitória".
Beijos muitos

12/7/06 01:42

 
Anonymous Ângela disse...

Todas as paixões trazem algum sofrimento. Mas depois de algum tempo o encantamento inicial transforma-se em amor, mais duradouro, mais real, com momentos que se nos gravam na memória, mesmo quando não são envoltos pelo enamoramento inicial. Mesmo assim não desistimos e continuamos a acreditar naquele companheiro ou companheira que nem sempre é bonita quando acorda, nem sempre nos olha com o feitiço que, às vezes, esperaríamos. Mas a poesia com que tu nos falas desse encontro só nos pode fazer acreditar que um dia destes, independentemente do tempo de espera, vamos celebrar os resultados dessa tua forma de estares na vida - com paixão.

12/7/06 14:56

 
Anonymous ASimões disse...

Também aqui estou a torcer por ti. Não percebo nada de medicina, mas entendo que para além deles estamos nós, num elo tremendamente forte e que ... não anda debaixo da camisa, nem assusta, mas discreto e atuante.
Força Zé, que n´so estamos aí!!!

12/7/06 16:39

 
Blogger @rmando disse...

Força Zé!
"Quando o destino nos entrega um limão, procuremos fazer com ele uma limonada" - Dale Carnegie

Estou a trocer muito por ti.
Abraços

Armandito

12/7/06 21:34

 
Anonymous David Leitão disse...

Sem palavras

14/7/06 03:10

 
Anonymous Anónimo disse...

This is very interesting site... Montana toyota The sexiest black women in bikinis Transexual bars las vegas Spinergy wheelchair Express generic viagra worldwide Win baccarat 1990-1993 honda accord factory floor mats Ferrari 250 gt california spyder Seo agency western sahara 1990 gmc safari ownres manual t mobile national cell phone plans print high quality digital photo Honda gl1200 goldwing clutch parts Undelete far windows 2000 type floor mats Penis emlargment Mercedes brito hugh shaved beavers Multicurrency merchant account 1994 mustang floor mats

1/3/07 00:33

 

Enviar um comentário

<< Home